O tratamento acústico é muito importante para o conforto em ambientes onde ocorre a incidência de ruído provocado por pessoas, processo produtivo ou máquinas. Para o tratamento acústico de ambientes é recomendado o uso de placas acústicas que vão absorver as ondas sonoras, impedindo a sua reverberação. Esse “tratamento” do som ambiente diminui o ruído e torna o ambiente mais agradável para o convívio humano.

Assim como o Isolamento Acústico (sim são coisas diferentes), o Tratamento acústico requer conhecimento e aplicação de materiais adequados, além de mão de obra especializada na instalação dos produtos, caso contrário os esforços não trarão resultados.

Um estudo prévio do ambiente e o acompanhamento de um arquiteto competente, resulta em projetos que agradam tanto aos olhos quanto aos ouvidos mais exigentes. Uma das empresas líderes mundiais na fabricação de produtos para o tratamento acústico, a OWA Sonex coloca a disposição do mercado nacional uma vasta linha de produtos que atendem projetos:

  • Residenciais;
  • Comerciais;
  • Empresariais;
  • Indústria.

 

Uma das linhas mais versáteis é a SONEX illtec:

 

Sonex Illtec aplicado na Indústria

Como o SONEX illtec no tratamento acústico:

A superfície do Sonex illtec proporciona a difração do som, enquanto sua estrutura celular promove absorção sonora através do atrito. Sua excelente capacidade é graduada pelas diferentes espessuras de Sonex illtec,
proporcionando redução de ruído e conforto acústico sob medida para cada aplicação.

Sonex Illtec – créditos LEED e Aqua

Sonex illtec contribui para a obtenção de créditos em projetos de construção sustentável:

  • Proporciona boa reflexão da luz
  • Inovação e Design
  • Performance acústica
  • Gerenciamento de Resíduos, possibilitando sua reutilização para fins específicos
  • Economia de energia, Sonex illtec contribui no isolamento térmico do ambiente

 

Tratamento Acústico aplicado em restaurante SONEX Illtec

Sonex Illtec aplicado em restaurante

Segurança: Resistência ao fogo


Sonex illtec
é a melhor alternativa quando há preocupação com Flamabilidade, pois atende aos exigentes critérios de segurança de acordo com a Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo – IT10, certificada como Classe AII, devido aos resultados obtidos nos ensaios:

a) Classe A, por não propagação de chama (Valor índice de propagação Ip=0), segundo Norma ABNT NBR 9442 – Determinação do índice de propagação Superficial de chama pelo Método do Painel Radiante;

b) Mínima emissão de fumaça durante a queima (Densidade ótica específica máxima corrigida Dm=74), segundo Norma ASTM E 662/92 – Ensaio de Determinação da Densidade Ótica Específica de Fumaça.