Os projetos de isolamento térmico de tubulação liderados pela Isoline do Brasil contam com produtos e materiais de alta qualidade e performance para atender industrias de todos os seguimentos.
Os produtos ARMACELL, parceira da Isoline do Brasil a mais de 10 anos, atende todas as especificações exigidas pela industria nacional e multinacionais atendidas em projetos de isolamento térmico de tubulação.

Uma das chaves para o sucesso na indústria é a SUSTENTABILIDADE, que pode ser traduzida como:

 

  • Retorno do investimento em isolamento térmico;
  • Redução no consumo de energia;
  • Redução na emissão de gases toxicos;
  • Aumento da rentabilidade;
  • Regularidade na produção.

 

Os produtos de isolamento térmico de tubulação, são os únicos produtos industrializados que economizam mais energia do que a usada na sua fabricação. Por isso todo o investimento em isolamento térmico é retorno garantido para a indústria e a construção civil.

A avaliação do ciclo de vida (LCA, sigla inglesa), utiliza-se para investigar sistematicamente o impacto meio ambiental dos produtos industriais. No caso dos produtos da ARMACELL, o ciclo completo de um produto calcula-se “desde o princípio até ao seu fim”, isto é, incluindo todos os processos:

  1.  produção de matérias-primas;
  2. fornecimento de energia;
  3. produção;
  4. transporte;
  5. uso e eliminação.

 

Armacell enviromental

A avaliação do ciclo de vida dos produtos Armacell.

A análise do equilíbrio ecológico da Armacell, centrou-se na comparação do consumo de energia ao fabricar os produtos comparada com a poupança de energia durante a sua vida útil. O resultado é um “equilíbrio entre energia e CO2“ específico. A análise executou-se conforme a ISO 14040, norma internacional para o equilíbrio ecológico.

A investigação incluiu:

  • Extração, processamento e transporte das matérias-primas.
  • Uso da energia e consumo de combustível e água no processo de produção.
  • Transporte dos materiais de isolamento até ao distribuidor.
  • Viagens realizadas pelos empregados da Armacell.

 

Também foram tidos em conta os dados relativos às unidades de produção da Armacell e respetivos mercados internacionais. Para determinar as poupanças de energia e de CO2 realizaram-se cálculos de modelo baseados em normas internacionais ou europeias, e na sua impossibilidade, cálculos representativos.

Os cálculos de poupança de energia fundamentaram-se nos seguintes edifícios e instalações modelo:

  • Em aplicações de aquecimento: três edifícios residenciais representativos, em três diferentes zonas climáticas da Europa e dos Estados Unidos, com sistemas típicos de aquecimento e águas quentes sanitárias (de acordo com as normas internacionais e europeias).
  • Em aplicações de ar condicionado: cinco tipos representativos de edifícios com sistemas de ar condicionado típicos dos isolamentos Armacell.
  • Em aplicações de refrigeração: quatro unidades típicas de congelados e refrigeração.

 

A informação sobre combustíveis e eletricidade e os respectivos coeficientes de CO2 utilizados no estudo procediam das normas europeias correspondentes, pelo que são cientificamente fidedignos. A implementação do LCA da Armacell exigiu uma grande quantidade de tempo e esforço, mas valeu a pena.

Só com base nesta evidência científica podem estabelecer-se declarações confiáveis sobre o impacto ambiental dos produtos.

 

Isolamento Térmico de Tubulação e seus principais resultados:

 

isolamento térmico de tubulação

Produtos Armacell

 

No processo de produção são necessários, em média, 0,4 litros de petróleo por cada metro de Armaflex produzido. Utilizando o isolamento Armaflex em aplicações de aquecimento, ar condicionado e refrigeração, poupam-se, aproximadamente, 3 litros de petróleo por ano. Considerada uma vida útil média de 20 anos, podem poupar-se 65 litros de petróleo, isto é, 140 vezes menos do que o gasto em energia.

A energia necessária para produzir o Armaflex é “amortizada” em apenas 50 dias.Voltando à pegada climática: enquanto na produção de material elastomérico são emitidos, aproximadamente, 0,5 kg de CO2 por cada metro de Armaflex produzido, o produto evita a emissão de 80 kg de CO2 durante uma vida de serviço média de 20 anos. Isto significa que o Armaflex poupa 150 vezes mais emissões de gás de efeito de estufa, do que as causadas durante a sua produção.

Se só tivermos em conta as aplicações de aquecimento, o equilíbrio ainda é melhor. Instalado nestes sistemas, o Armaflex poupa 270 vezes a energia usada e cerca de 500 vezes do CO2 emitido durante a fabricação do produto. Só com base nesta evidência científica podem estabelecer-se declarações fiáveis sobre o impacto ambiental dos produtos.
Conclusões

O setor da construção é uma das indústrias que consome mais energia e matéria-prima. Este setor é a maior fonte de consumo de matéria-prima e o maior produtor de emissões de gás de efeito de estufa. Aproximadamente 30% de todas as matérias-primas são utilizadas na construção civil e manutenção de edifícios. De 30% a 40% dos gases com efeito de estufa procedem da construção, uso ou eliminação de edifícios.

Nas nações industrializadas, boa parte da energia é dedicada ao transporte e à indústria, mas os edifícios atingem uns nada desprezíveis 40% do consumo total. A maior parte desta energia é utilizada no aquecimento e climatização dos edifícios. Na Europa, o aquecimento representa 70%, seguida do ar condicionado. Prevê-se que o uso da tecnologia do ar condicionado deverá triplicar em 2030. Para poder responder às crescentes necessidades energéticas e em simultâneo proteger o meio ambiente no futuro, a eficiência energética é a resposta imperativa. A chave da eficiência energética é o isolamento.

Um isolamento térmico otimizado é uma medida extraordinariamente simples, rentável e fácil de implementar, para aumentar a eficiência energética.

Saiba mais sobre o isolamento térmico de tubulação consultando o departamento de engenharia da Isoline do Brasil.

 

Agradecimentos e fonte: Armacellwww.armacell.com.br